Copy of Copy of blocosconstrucao

Saúde em Viagem

Vai de férias? Saiba como viajar com saúde e em segurança. E não se esqueça de marcar a consulta do viajante.

Para viajar com saúde e segurança, deve adotar algumas medidas. Comece por marcar uma consulta do viajante e preparar alguma medicação. No seu destino de eleição, tome cuidado com a alimentação.


Consulta do Viajante

O que é a consulta do viajante?

É uma consulta prestada por médico/a da Unidade de Saúde Pública, para análise e aconselhamento sobre as medidas a adotar antes, durante e após uma viagem. Abrange vacinação, alimentação e outros temas que sejam oportunos, de acordo com o destino.

Qual a utilidade da consulta do viajante?

Nesta consulta é informado sobre medidas preventivas (ou curativas) a adotar antes, durante e depois da viagem, em função do destino, da viagem e de quem viaja:

  • Vacinação ou toma preventiva de medicação contra múltiplas doenças de risco baixo ou inexistente em Portugal;
  • Informação sobre higiene individual e cuidados a ter com a água e os alimentos que se ingerem;
  • Aconselhamento e prescrição da farmácia do viajante que pode ou deve levar consigo;
  • Informação sobre assistência médica, risco de acidentes e segurança e outros temas relevantes nos destinos para os quais viaje.

Estas consultas são extremamente importantes para os viajantes saudáveis e em particular para grávidas, crianças, idosos e indivíduos com doenças crónicas.

Quando marcar?

Deve marcar a consulta 1 a 2 meses antes da viagem.

Onde me devo dirigir para marcar a consulta do viajante?

As consultas de saúde do viajante decorrem na Unidade de Saúde Pública da USISM, no Centro de Saúde de Ponta Delgada.

Que tipo de documentos são necessários?

Deve levar consigo:

  • Documento de identificação;
  • Número de utente de serviço de saúde;
  • Boletim individual de saúde/vacinas;
  • Certificado internacional de vacinação (se já o tiver).

Índice


Alimentação Segura

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, milhões de pessoas ficam doentes e milhares morrem, todos os dias, devido a doenças transmitidas por alimentos que podem ser prevenidas.

O que fazer em caso de diarreia?

A maioria dos episódios de diarreia são autolimitados e desaparecem em poucos dias. A diarreia pode ser acompanhada de náuseas, vómitos, e/ou febre. É importante evitar a desidratação. Beba bastantes líquidos. Isto é extremamente importante no caso de crianças.

Como prevenir doenças transmitidas pela alimentação?

  • Mantenha a higiene – lave as mãos com frequência e sempre antes de manusear ou consumir alimentos;
  • Cozinhe muito bem os alimentos – certifique-se de que alimentos estão bem cozinhados e são mantidos quentes;
  • Separe os alimentos crus dos cozidos – verifique se os alimentos cozinhados não estão em contacto com alimentos crus que os possam contaminar;
  • Mantenha os alimentos em temperaturas seguras – evite o consumo de alimentos oferecidos em bufê, mercados, restaurantes e vendedores de rua, se constatar que não são mantidos quentes, refrigerados ou congelados;
  • Use água tratada e ingredientes seguros – sempre que possível, prefira o consumo de água mineral engarrafada, certificando-se que a garrafa está selada. Se desconfiar da segurança da água, ferva-a adequadamente para eliminar todos os microrganismos perigosos.

Toda esta informação é importante para os viajantes em geral, e em particular para grupos de alto risco, como lactentes, crianças, grávidas, idosos e pessoas imunodeprimidas, incluindo portadores de VIH/SIDA; estes grupos são particularmente suscetíveis às doenças de origem alimentar.

Índice


Farmácia de Viagem

Qual a importância de levar medicamentos na sua viagem?

Quando for de viagem, deve levar todos os medicamentos que acha importantes, pois pode ter dificuldade em aceder a uma farmácia.

Produtos para primeiros socorros:

  • Analgésicos;
  • Anti-inflamatórios;
  • Solutos de reidratação oral;
  • Anti-histamínicos;
  • Tratamento para picadas de insetos;
  • Termómetro;
  • Antisséticos para lavagem de feridas;
  • Pensos esterilizados;
  • Ligaduras;
  • Adesivo;
  • Tesoura e alfinete-de-ama;
  • Gotas oculares;
  • Descongestionante nasal.

Produtos complementares:

  • Medicação crónica;
  • Medicação antipalúdica;
  • Medicação contra diarreia;
  • Laxantes;
  • Antiácidos;
  • Antifúngicos;
  • Protetor solar;
  • Solução de base alcoólica (saba);
  • Toalhetes;
  • Desinfetantes para a água;
  • Preservativos;
  • Repelente de insetos;
  • Medicação para o mal de altitude;
  • Seringas e agulhas.

Índice


Para saber mais, consulte: