PremioAPMGF

Mais Perto de Quem Cuida

Projeto de apoio aos cuidadores, desenvolvido por equipa do Centro de Saúde da Povoação, recebe prémio atribuído pela APMGF.

O projeto «Mais Perto de Quem Cuida», da Unidade de Saúde da Ilha de São Miguel (USISM), recebeu esta terça-feira, 14 de maio, o prémio «Médico de Família, o mais próximo de mim», promovido pela Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF).

A cerimónia de entrega do prémio decorreu no Centro de Saúde da Povoação, unidade que viu nascer este projeto, e contou com a participação de uma cuidadora informal.

PremioAPMGF1

A iniciativa foi das médicas internas Carolina Bronze e Maria Teresa Albergaria, visando a capacitação e o esclarecimento dos cuidadores informais do concelho da Povoação, bem como a proximidade entre cuidadores e equipa de saúde, com vista à melhoria dos cuidados prestados.

«Este é um dos muitos prémios que a USISM tem vindo a receber, mas não vamos ficar por aqui», prometeu, na ocasião, a Presidente do Conselho de Administração da USISM. Assegurando que o projeto terá continuidade, Teresa Machado Luciano apontou para a multidisciplinaridade e para o espírito de colaboração personificados nesta proposta como condição «para fazer da USISM um exemplo no Serviço Regional de Saúde».

As autoras do projeto – Carolina Bronze e Maria Teresa Albergaria – salientaram o empenho da equipa multidisciplinar na concretização do projeto, destacando que este prémio é um incentivo para a sua continuidade e para chegar a mais cuidadores.

PremioAPMGF2

Na ocasião, Marta Borges, representante da APMGF na região, destacou a importância da literacia em saúde e da capacitação dos cuidadores informais, que muitas vezes se sentem desamparados e inseguros.

Nesta campanha da APMGF, foram ainda reconhecidos os projetos «Dar Corda aos Ténis», da Unidade de Saúde Familiar (USF) Carcavelos, e «Pontes Entre Nós», da USF Famílias (Lourosa). O primeiro promove a prática regular de atividade física junto dos seus utentes – com duas caminhadas semanais –, enquanto o segundo se foca no apoio integrado ao domicílio a pessoas com dependência, às suas famílias e cuidadores.

Esta campanha pretende revelar o que de mais positivo é realizado em Portugal, pela especialidade de Medicina Geral e Familiar e pelas equipas dos cuidados de saúde primários, no que diz respeito à proximidade e comunicação com as populações, doentes e suas famílias. Integra-se nas comemorações do Dia Mundial do Médico de Família 2019, que se celebra, à escala global, no próximo dia 19 de maio.

Para saber mais, visite: