Dia Mundial da Voz_16 Abril

Dia Mundial da Voz

Nesta data comemorativa – 16 de abril –, lembramos que deve ser gentil com a sua voz. Para começar, não fume e modere o consumo de álcool.

Comemora-se esta terça-feira, dia 16 de abril, o Dia Mundial da Voz. O lema para 2019 é «Seja gentil com a sua voz».

Cuide da sua voz:

  • Não fume e evite ambientes nos quais se fume, pois o fumo seca as cordas vocais e aumenta a acumulação de muco, o que vai dificultar a sua vibração.
  • Modere o consumo de álcool, pois, em excesso, causa irritação no aparelho fonador, reduzindo as respostas do organismo.
  • Evite mentol, porque deixa a laringe anestesiada, fazendo com que não se aperceba do comprometimento desta.
  • Modere o consumo de bebidas com cafeína, pois esta exerce um efeito de desidratação das mucosas do trato vocal, assim como de excitabilidade do sistema nervoso.
  • Não consuma líquidos muito quentes ou frios, pois podem alterar a estabilidade da mucosa e dos músculos do trato vocal.
  • Beba água, à temperatura ambiente, pois hidrata as cordas vocais e melhora a sua flexibilidade e vibração. Recomenda-se que beba, em média, oito a dez copos de água por dia à temperatura ambiente (média de dois litros de água).
  • Relaxe. Cansaço, perturbações da vida familiar ou social e situações que se relacionam com as emoções podem desencadear efeitos de grande desconforto corporal, com consequências negativas na produção de voz.
  • Evite ambientes com pó, pólen, gases tóxicos, fungos ou bolores, que levam muitas vezes a problemas alérgicos, como a renite, ou mesmo a infeções do trato vocal e a um constante tossir e pigarrear (tentativa de limpeza da garganta). Este comportamento fere as cordas vocais e aumenta a produção de muco.
  • Cuidado com os antidepressivos, pois têm efeitos relaxantes nos músculos, ficando por isso comprometida a energia, perdendo-se o tónus dos músculos laríngeos e faríngeos.
  • Os anti-histamínicos podem provocar sonolência e desidratação das mucosas.
  • Os nebulizadores, orais e nasais, podem provocar alteração da fauna e flora da cavidade oral e nasal.
  • Os medicamentos contra a dor de cabeça, que são vasodilatadores, ativam a circulação sanguínea na periferia das cordas vocais, aumentando o risco de pequenos sangramentos.
  • Durante a fase pré-menstrual, algumas regiões do corpo da mulher aumentam de volume, inclusive as cordas vocais, deixando a voz mais grave e tensa. Nesse momento, falar em demasia piora a situação.
  • Evite o ar condicionado e/ou aquecimento central, pois este ar é muito seco e, como raramente os filtros dos aparelhos são substituídos, é um ar poluído. Assim, as mucosas tornam-se desidratadas e a secura sentida leva ao pigarreio frequente e causa desconforto laríngeo.
  • Tenha cuidado com o pelo dos animais, devendo estes ser tosquiados e/ou escovados com regularidade. Não durma no mesmo espaço que eles.
  • Beba sempre um copo de água natural após o consumo de café, chocolate e/ou mel.
  • Caso sinta azia com regularidade, procure um especialista.
  • Evite falar em ambientes ruidosos, competindo com o barulho.
  • Evite gritar.
  • Evite sussurrar. O sussurro é produzido com uma grande tensão das cordas vocais.
  • Não fale até ficar sem ar. Fale lentamente, realizando pausas frequentes.
  • Beba água à temperatura ambiente, ao longo do dia, sempre em pequenos goles.
  • Articule bem as palavras, de forma calma, num timbre vocal baixo.
  • Repouse a voz após os concertos, evitando exaustão vocal.
  • Coma maçãs regularmente, pois limpam o trato vocal. A sua mastigação exercita a musculatura responsável pela articulação das palavras.
  • Espreguice-se e boceje várias vezes ao dia, uma vez que esses movimentos relaxam a musculatura do corpo e da garganta.
  • Durante o banho, deixe a água quente cair nos ombros, fazendo leves movimentos de rotação com a cabeça e ombros, para diminuir a tensão do dia a dia.
  • Faça gargarejos regulares com água.
  • Opte por uma alimentação saudável e procure dormir bem.
  • Se estiver doente ou com a voz especialmente cansada, reforce a hidratação e aumente os períodos de descanso vocal.
  • Sempre que uma rouquidão durar mais do que um mês, consulte o médico.

Para saber mais, consulte:

Dia Mundial da Voz – http://world-voice-day.org/ (em inglês)